Olá pessoal.

Como já era esperado, o Windows Server AppFabric (WSA) Caching foi para a nuvem.

Durante o MIX, que está acontecendo esta semana em Las Vegas, foi anunciado que o Windos Azure AppFabric (WAA) Caching entrará em produção ainda este mês de abril no endereço https://appfabric.azure.com/. Por enquanto, pode-se acessa-lo pelo portal do AppFabric Labs em http://portal.appfabriclabs.com/.

Assim como o WSA, o WAA provê um modelo de cache de dados em memória, distribuídos por servidores, no caso do Azure AppFabric, em servidores na infraestrutura da nuvem da Microsoft.

Porém, a versão atual do Windows Azure AppFabric Caching, é um sub conjunto das funcionalidades Windows Server AppFabric Caching. Abaixo colei a lista de diferenças:

Notifications

Notifications are not supported in Windows Azure AppFabric caching. This also means that you cannot use notifications to invalidate the local cache. In Windows Azure AppFabric, local cache can use only a timeout based invalidation policy.

Expiration and Eviction

The default time for item expiration in the cache is 10 minutes. Unlike Windows Server AppFabric, there is no way to change this default cache configuration setting to a different value. If you require items to have a shorter or longer expiration value, you must programmatically specify the timeout for each item that is added to the cache.

Windows Azure AppFabric caching does not support disabling eviction on a cache. Under memory pressure, it is always possible that items could be evicted. Applications should be designed to anticipate that items might be missing and require reloading at any time.

High Availability

Windows Azure AppFabric caching does not support the high availability feature.

API Support

In most cases, you can use the same APIs to write cache clients that use Windows Azure AppFabric and Windows Server AppFabric. There are some exceptions due to differences between the two solutions. For a detailed review of the APIs available for Windows Azure AppFabric cache clients, see API Reference (Windows Azure AppFabric Caching).

Eu fiz uma série de posts que mostram os conceitos do Windows Server AppFabric, que são basicamente os mesmos que usaremos no Windows Azure AppFabric.

Sugiro dar uma lida novamente para refrescar a memória:

Alguns links que ficaram no meu blog do msdn, quando eu ainda trabalhava na Microsoft:

Então é hora de colocar a mão na massa. O post que entra logo na sequência, mostrará como criar e configurar o cache no portal do Azure AppFabric e logo depois, como criar a aplicação que se utiliza deste ambiente.

Abraços,
@daibert

Anúncios